Artistas

Catarina Mota
“ Chou! “ (Pt)
“O Chou ( 丑 ) é um papel de palhaço masculino presente na tradição da ópera Chinesa. O Chou normalmente desempenha papéis secundários numa trupe. Na verdade, a maioria dos estudos da Ópera de Pequim classificam o Chou como um papel menor. Chou tem o significado de “feio”. Isso reflete a crença tradicional de que a combinação de feiúra e risos do palhaço poderia afastar os maus espíritos.”
Neste conto de clown poético, descobrimos Diva Maria e a sua bela obsessão pela ópera e seus cantores.
Diva Maria nasceu apenas Maria, mas acreditou que, em algum passo do caminho, seria a sua vez de brilhar, logo mudou o nome para de qualquer maneira já estar preparada quando o momento chegasse.
Neste conto somos invadidos pelo silêncio e simplicidade!
CiaZagreB
“La Rosa de Los Vientos” (Arg/Fr)
“La Rosa de Los Vientos” é um espetáculo interativo onde o humor e a poesia convidam o público a descobrir um mundo imaginário, que apaixonará tanto crianças como adultos.
Produzido pela companhia ZagreB, que nasceu da colaboração entre Torpeza Rítmika e Eric Tarantola. Uma clown intrépida que domina a roda Cyr, acompanhada por um homem orquestra dos tempos modernos! Juntos, combinam originalmente a arte do teatro e do circo, com a música ao vivo.
Torpeza Rítmika é uma clown extravagante e sensível que gosta de brincar com o público, surpreendendo pela sua audácia e os seus truques que desafiam a lei da gravidade. Dançarina acrobata, ela empunha a roda Cyr com grande elegância.
Da Cruz
“Da Cruz” Street Music Show (Pt)
“Da Cruz” é o pseudónimo de David Cruz, ator, músico, profissional das Artes do Espetáculo desde 1991, membro fundador e atual diretor da Encerrado para Obras.
Único Homem-orquestra tradicional em Portugal, este artista multifacetado apresenta um espetáculo surpreendente em que toca em simultâneo e em andamento um total de 17 instrumentos.
Às costas traz tambores e percussões diversas que toca com pés, cotovelos e pulsos, aos ombros um suporte com diversos instrumentos de sopro (harmónicas, kazoo, flautas) e uma guitarra que toca com mestria. Por fim a sua voz versátil, poderosa, inspirada e muito afinada não deixa ninguém indiferente.
Diogo Duro
“Click to Click “ (Pt)
diogoDe uma mala saem diferentes personagens, simpáticos e brincalhões.
Um comediante ambulante, alegra o público com jogos divertidos.
Um espetáculo onde o principal ator é o público, em que tudo e nada pode acontecer.
Espetáculo de rua, jardins, praças e afins.
Circo, música e sorrisos para todas as idades.
Eric Tarantola
“Entourloop“ (Fr)
Eric Tarantola não é simplesmente um músico, mas também uma orquestra em si próprio. Com a sua magia e sofisticada caixa de música, Eric mistura estilos diferentes e influências que transportam a audiência a mundos fantásticos.
FFFFF
“FFFFF” (It/Pt)
“FFFFF é um coletivo de músicos que chega da Itália, França, Jamaica e Argentina.
O seu repertório parte da América do sul, passa em África e na Europa central, terminando na Europa de leste.
A proposta é de música de dança, música para os pés!
Usa os teus sapatos mais resistentes!”
Lady White
Miss Cartoonette (Pt)
Miss Cartoonette escapou-se de um desenho para o mundo real. Uma personagem muito animada que cativa o público pela sua aparência e bom humor. Promete momentos de entretenimento espontâneos, surpresas e muitas gargalhadas com o seu génio peculiar.
Luca Bellezze
“MelaFilo” (It)
Fios pendurados, fios que aparecem, fios que mudam
Um homem brinca com um fio e fica fascinado: olha para ele, desenrola-o e conta a sua história.
Na sua mão, algodão doce torna-se num longo fio que nunca deixa de surpreender: e transforma-se num barco e, finalmente, a ligação com a música que o homem engoliu.
É o fio que o une com o público, o fio que liga uma pessoa à outra, um fio visível que fala sobre o invisível: uma maneira de sair desta terceira dimensão asfaltada; o fio a perder o fio.
Melafilo é um momento de respiração, onde os desejos se tornam realidade, uma porta que se abre.
Música ao vivo, Clowning e Magia são as maneiras pelas quais ele consegue sorrisos, algo que não esperava no início.
Silencioso, delicado, sem palavras.
Objetos simples, porque emocionar-se é simples.
O prazer de estar no palco e compartilhar o momento com o público.
Um trabalho sobre os hábitos e as suas limitações.
Um trabalho sobre a importância do nível de energia durante o dia-a-dia.
McFois
“Amami” (It)
“Amami!” É simplesmente uma história de amor.
Amelio Pelô, embora, na sua opinião, tenha um charme encantador, uma sensualidade única, músculos que podem quebrar qualquer tipo de material, é um homem solitário.
E, tal como qualquer pessoa solitária, tudo que ele precisa é de amor.
É por isso que Amelio Pelô desce a rua bem vestido a carregar a sua mala de pequenos nadas para encontrar e seduzir uma eventual alma gémea.
Na rua ele joga, brinca, diverte-se, faz novos amigos e, como às vezes acontece, apaixona-se.
Dizem que o amor é cego e a esperança é eterna.
Normalmente, os resultados de suas técnicas de namoro são ou surpreendentes ou hilariantes, tocantes e ocasionalmente patéticas.
Vamos esperar.
Mica Paprika
“Paprika Gourmet” (Pt)
Paprika Gourmet é um restaurante ao comando do excêntrico Chef Paprika que tempera as suas receitas exóticas com magia, equilibrismos, manipulação de objetos e humor, apimentadas com a participação do público. Um espetáculo para todas as idades.
NaniRossi
“NaniRossi Show” (It)
NaniRossiNaniRossi é um delicioso duo italiano, hábil nas técnicas das mãos, equilibrismo e malabarismo. Na sua performance, a habilidade técnica e entretenimento ligam-se através de um sentido de humor excêntrico. “NaniRossi Show” não tem limites entre o artista e o público, entre magia e a realidade. Tudo é possível quando Rodrigo e Josephina chegam…
Ola Muchin
“Kukuryku” (Pl)
O mágico mundialmente conhecido, Osvaldo Drevno, surpreende o público com as suas ilusões estranhas e incríveis. Este artista pouco convencional, em vez de ter um assistente normal, desenvolve os seus truques com a ajuda de uma galinha e outros personagens que aparecem em circunstâncias surpreendentes.
A sua magia é tão imprevisível que, às vezes, até o próprio Osvaldo não sabe como vai acabar.
Os números deste ilusionista, único e carismático, criam momentos cómicos, adequados a todo o tipo de  audiências. O ambiente fantástico deste trabalho é enriquecido pela natureza dos bonecos que são feitos de feltro, manufaturados, e manipulados pela atriz Ola Muchin.
Rodrik
Street Music Show (Pt)
RodrikRodrik é um músico multi-instrumentista que se dedica desde 2008 ao estudo e exploração de vários instrumentos exóticos provenientes de diversas partes do mundo.
Didgeridoo, Bansuri, berimbau, guitarra e percussões variadas são alguns dos instrumentos explorados neste caminho de busca constante por novas sonoridades e linguagens musicais.
Rodrik conheceu o didgeridoo e o handpan em 2006,  quando residia em Barcelona, e, desde esse dia, ficou fascinado pelo som peculiar e espacial proveniente de ambos os instrumentos.
No início de 2008, começou a aprender a tocar didgeridoo de forma autodidata, encontrando no mesmo uma forte forma de expressão, o que inevitavelmente intensificou a relação com a sua musicalidade.
Desde 2010, Rodrik iniciou o seu percurso enquanto performer, tendo atuado em diversos palcos de festivais, tais como o Boom festival, Fatt, Didg.E.Vent Berlin, Festival Luso Zen, Festival Etnias/Ollin Kann, entre outros inúmeros eventos.
Para além dos palcos, Rodrik sempre partilhou a sua música nas ruas de várias cidades europeias, por acreditar que a raiz da música é proveniente do convívio do povo na rua.
Em 2013, teve a possibilidade de adquirir o seu primeiro Handpan e, desde então, tem vindo a explorar as infinitas possibilidades musicais que o mesmo oferece.
Uma fusão de ritmo, melodia e harmonia feita através duma maravilhosa peça de metal de som cristalino, cuja forma pode facilmente ser confundida com uma nave espacial ou até mesmo com uma cataplana, neste caso, uma cataplana que cozinha música.
Stefano Bottai
“Dakkan”(It/Pt)
stefanoVindo do longínquo oriente (Itália), apresentamos o fabuloso Dakkan baba, mestre do ascetismo surrealista. Enfrenta a morte à gargalhada, mas foge de lagartos e aranhas. Domina o passado, o presente e o futuro, mas é um desastre nos particípios. Apresenta na vossa praça o seu arrepiante espetáculo, cheio de números mortíferos, humor desarmante e danças sensuais.

Guardar